Saúde Express


Informativo

Queime 600 calorias em 30 minutos.

Veja de que maneira conseguir

Você só precisa (e, muitas vezes, dispõe) de meia hora para dar aquela secada na silhueta e, de bônus, enrijecer o seu corpo. De que maneira? As aulas de circuito ajudam a eliminar os pneuzinhos já no primeiro mês de prática.

Quem coloca a falta de tempo como desculpa para não praticar atividade física pode dar um jeito de arrumar outro pretexto. Já está mais que comprovado que com apenas 30 minutos de exercícios é possível potencializar a redução de peso e aumentar o condicionamento aeróbico e muscular. É por isso que as aulas em forma de circuito têm atraído cada vez mais praticantes.

No início, por volta dos anos 90, a idealização desse sistema deu origem a academias expressas dirigidas exclusivamente ao público feminino que tinha vergonha do corpo e de freqüentar uma academia convencional. No entanto, notou-se que o que mais seduzia as mulheres não era o fato de se esconderem, mas sim a economia de tempo que os exercícios representavam na vida delas.

Sabendo disso, não demorou para que outras academias - mesmo as convencionais - criassem seus próprios treinamentos de circuito. Todos, é claro, com apenas 30 minutos de aula. A grande diferença é que eles não eram mais só destinados ao universo feminino. "Apesar dos programas atuais englobarem os dois sexos, o conceito ainda atrai mais as mulheres por essa questão de bem-estar.

Enquanto o público masculino prefere atividades que envolvam mais superação", justifica a preparadora física Cristina de Carvalho, diretora do Projeto Mulher e do Núcleo de Aventura, em São Paulo.

MIL E UMA RAZÕES

E não é só para a estética que o circuito é benéfico. A saúde do praticante também sai ganhando. O desempenho nas tarefas do dia-a-dia fica mais ágil, o sono melhora e a incidência de dores no corpo diminui.

Com o circuito, também é possível reduzir a chance de desenvolver e até aumentar o combate à doenças ocasionadas pela obesidade, como hipertensão, diabetes, colesterol, triglicérides e problemas cardíacos. Além disso, o programa melhora o equilíbrio, a coordenação, a agilidade e atua na liberação de endorfina - hormônios responsáveis pela sensação de bem-estar, que acalma, relaxa, diminui o estresse e previne ou atenua estados depressivos.

A única restrição com relação à prática é para as gestantes. Pois os sedentários têm passe livre e podem se aventurar pelo circuito. De acordo com Moura, o tempo de adaptação varia de três a quatro semanas - esse é o período que uma pessoa leva para ser considerada ativa. Quem já treina outro tipo de atividade costuma entrar no ritmo em duas semanas. As gordinhas também podem comemorar porque a aula é indicada para elas, já que o risco de lesões é mínimo, por não ter impacto nas articulações. Não tem mesmo como você fugir...